Quarta, 14 Outubro 2020 14:12

Programa investe em gestão e descarte correto de lixo eletrônico

Escrito por Agência Brasília
Avalie este item
(0 votos)
O Reciclotech atua na proteção do meio ambiente por meio do desfazimento correto e coleta seletiva de resíduos eletrônicos e, ainda, da capacitação de jovens de 14 a 18 anos de baixa renda | Foto: Divulgação O Reciclotech atua na proteção do meio ambiente por meio do desfazimento correto e coleta seletiva de resíduos eletrônicos e, ainda, da capacitação de jovens de 14 a 18 anos de baixa renda | Foto: Divulgação

Lançado nesta quarta-feira (14/10) e batizado como Reciclotech, o programa de inclusão digital da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF (Secti) tem como objetivo potencializar a gestão inteligente de resíduos eletrônicos. O evento de lançamento foi na Sede da ONG Programando o Futuro, no Setor de Indústria Gama. O evento de lançamento foi na Sede da ONG Programando o Futuro, no Setor de Indústria Gama, com a presença do governador Ibaneis Rocha (MDB).

"Esse projeto será expandido para as regiões administrativas, vamos lotear pelo menos oito regiões administrativas, e vamos levar esse projeto até o final do nosso governo, contando com a participação da sociedade", disse Ibaneis.

O Reciclotech atua na conscientização do descarte correto de materiais eletrônicos, promovendo uma série de ações educativas que contribuem para democratizar o acesso à tecnologia por meio do recondicionamento e da doação de equipamentos.

O programa também tem como foco a proteção do meio ambiente por meio do desfazimento correto e da coleta seletiva, além da capacitação de jovens de 14 a 18 anos, de baixa renda, em cursos voltados para a tecnologia. “O Reciclotech nasce na vontade expressa no plano de trabalho da gestão de tornar Brasília uma cidade inteligente”, afirma o Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilvan Máximo.

O projeto segue a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que define a logística reversa como um instrumento de desenvolvimento econômico e social ao investir na coleta e restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial. Uma vez restituído, esse material pode ser reaproveitado em diversos ciclos produtivos ou ganhar outra destinação ambientalmente adequada. O DF atualmente é a única capital da Federação com programa ativo de logística reversa e Economia circular.

“Vamos facilitar o acesso e a capacitação de pessoas de baixa renda nas tecnologias da informação e comunicação, vamos formar mais de mil jovens por ano aqui neste centro com cursos de informática básica, manutenção de computadores, redes robóticas. Esses formação tecnológica abrirá muitas oportunidades de emprego, inclusive para que esses alunos consigam o seu primeiro emprego”, afirmou o Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilvan Máximo.

O Reciclotech Drive-Thru irá recolher materiais sem uso. Itens como computadores, monitores e aparelhos celulares e todo tipo de eletroeletrônico serão reciclados e doados a escolas e bibliotecas para suprir o déficit dos alunos que não têm como acessar os conteúdos de educação on-line que o governo tem disponibilizado.

Acesse www.secti.df.gov.br e saiba onde encontrar um ponto de descarte ou onde estarão as unidades móveis do Reciclotech.

*Com informações da Agência Brasília

Última modificação em Quarta, 14 Outubro 2020 14:40